Home / Destaque / Suspeito de matar vigilante Fábio Alves é preso após troca de tiros com a polícia

Suspeito de matar vigilante Fábio Alves é preso após troca de tiros com a polícia

A Polícia Militar da Paraíba prendeu o suspeito de atirar e matar o segurança Fábio Alves de Lima com um tiro na cabeça, durante assalto na Av. São Paulo, no Bairro dos Estados em João Pessoa. A operação envolveu cerca de 30 policiais e encontrou o suspeito na comunidade Porto de João Tota, em Mandacaru.

A polícia continua fazendo buscas na região para encontrar o outro suspeito, que pilotava a moto, durante o assalto em frente a uma escola no bairro. De acordo com o boletim das 15 horas do Hospital de Trauma de João Pessoa, o vigilante de 38 anos, “passou por procedimento cirúrgico de emergência, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos e foi a óbito”.

Uma câmera localizada no lado oposto à escola captou toda a briga entre o vigilante e o assaltante. O vídeo mostra Fábio correndo em direção assaltante, quando ele tenta fugir depois de roubar os pertences de uma mãe.

Suspeito foi levado para Central de Polícia, em João Pessoa (Foto: Walter Paparazzo/G1)

Suspeito foi levado para Central de Polícia, em João Pessoa (Foto: Walter Paparazzo/G1)

Os dois ficam agarrados no meio da rua, enquanto o segurança tenta render o assaltante. Em um determinado momento, os dois caem. Teria sido pouco antes da queda que o disparo foi feito. Fábio fica caído no chão e o assaltante foge.

Na noite da sexta-feira (1º), a polícia conseguiu encontrar a moto usada pela dupla de assaltantes, após uma perseguição com troca de tiros. Os dois abandonaram o veículo e conseguiram fugir.

Fábio Alves de Lima, 38 anos, morreu com um tiro na cabeça após reagir a assalto no Bairro dos Estados em João Pessoa (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco)

Fábio Alves de Lima, 38 anos, morreu com um tiro na cabeça após reagir a assalto no Bairro dos Estados em João Pessoa (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco)

G1

Sobre Cristiano Ricelli

Cristiano Ricelli

Veja Também

Governo e caminhoneiros fecham acordo; protesto é suspenso por 15 dias

Governo e representantes de caminhoneiros chegaram a um acordo e a paralisação será suspensa por ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *