Home / Destaque / O município Bananeiras terá via de integração turística

O município Bananeiras terá via de integração turística

DOUGLAS-300x200

O município de Bananeiras retoma na próxima quinta a pavimentação asfáltica  da via de integração trurística. A obra tem três quilômetros, um dos quais já concluso, e ligará o centro  à cidade a Solânea, passando pela área interna do Colégio Agrícola Vidal de Negreiros.

O anúncio foi feito hoje pelo prefeito Douglas Lucena. Ele enfatizou que a obra vai ser muito importante, também para o turismo, pois desafogará o acesso a Solânea o qual se dá de modo prioritário pela Rodovia PB, que liga os dois municípios. Os recursos são da União Federal, com contrapartida dada pelo município. A obra e fruto de uma emenda de autoria do deputado federal Efraim Filho.

Douglas Lucena anunciou ainda o início da obra do Centro Turístico do Coreto e a entrega de dois ginásios poliesportivos. Com isso, afirmou, Bananeiras passará a ter cinco ginásios. O Distrito de Tabuleiro e a zona urbana tem várias ruas pavimentadas pelo atual governo. O município investe mais de 33 milhões somente em obras de pavimentação.

A Secretaria de Infraestrutura desenvolve  o  programa,  “Caminhos de Bananeiras, que pavimenta trechos entre comunidades rurais. Três comunidades já foram beneficiadas.

O prefeito ressaltou a importância da conclusão da UPA (Unidade de Pronto Atendimento), que vai beneficiar não somente Bananeiras, como outras cidades na região que ela polariza.

Rompimento

À cerca do rompimento político do vice-prefeito, Mateus Bezerra, Douglas Lucena o alfinetou, afirmando que ele levou três anos para dizer que a administração não presta. Disse que o vice-prefeito sempre teve dificuldades de acompanhar a gestão, em função de não residir em Bananeiras.

“A legislação diz que o vice-prefeito não pode ficar mais de dez dias fora do município, sem autorização da Câmara, no caso dele, o vice, o difícil seria comprovar sua permanência por dez dias ao menos no ano,” afirmou.

Lucena comentou aina que as lideranças mais expressivas que seguiam o vice-prefeito estão todas em sua base. “Ele foi sozinho e não tem motivos para andar nos criticando”, comentou.

Por fim, perguntado se já escolheu o nome do seu companheiro de chapa, o prefeito revelou que o assunto está em discussão interna e não descartou a possibilidade de que o nome seja de um dos integrantes da Câmara Municipal, onde espressicas lideranças jovens reúnem condições para tanto.

 

 

 

nordeste1

Sobre Cristiano Ricelli

Cristiano Ricelli

Veja Também

Câmara campinense aprova reajustes salariais

Foto: Ascom A Câmara Municipal de Campina Grande debateu e aprovou nesta quarta-feira (21) o ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *