Queiroga diz em CPI que Brasil n√£o est√° na terceira onda da pandemia

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, é ouvido novamente durante sess√£o da CPI da Pandemia, no Senado. - Marcelo Camargo/Agência Brasil“Desconhe√ßo...

Por Juka Martins em 09/06/2021 às 07:23:42

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, é ouvido novamente durante sess√£o da CPI da Pandemia, no Senado. - Marcelo Camargo/Agência Brasil

“Desconhe√ßo essa atua√ß√£o em paralelo", disse Queiroga, que informou ainda ter encontrado apenas uma vez com a médica Nise Yamaguchi e que j√° recebeu Terra em seu gabinete. “Foi uma vez ao meu gabinete tratar sobre estudos sorológicos e, eventualmente, eu converso com ele. Mas nunca tratou comigo sobre tratamento precoce”, afirmou.

Durante o depoimento, Queiroga foi questionado pelo senador Otto Alencar (PSD-BA), que também é médico, se havia lido as bulas das vacinas contra o coronavírus que tiveram uso autorizado em território nacional. O ministro disse n√£o ter lido a documenta√ß√£o. O senador afirmou que a bula da vacina da Pfizer n√£o recomenda a aplica√ß√£o do imunizante em gestantes, autorizada pelo ministério.

“Lamento o senhor n√£o ter lido a bula de todas as vacinas. O senhor é autoridade sanit√°ria do Brasil, é exatamente o senhor que determina como devem ser aplicadas as vacinas”, disse Alencar.

Após a pergunta, houve troca de acusa√ß√Ķes entre o ministro e o senador, que disse que o ministério est√° promovendo uma “pseudovacina√ß√£o” no Brasil. Queiroga rebateu a afirma√ß√£o e disse que a aplica√ß√£o do imunizante n√£o ocorre fora do bul√°rio.

“A sociedade brasileira reconhece os esfor√ßos que estamos fazendo aqui e n√£o aceito que isso seja desqualificado, um patrimônio da sociedade brasileira. Eu aplico 70 milh√Ķes de vacinas de Norte a Sul”, disse Queiroga

Na sequência, o presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), suspendeu a reuni√£o por alguns minutos para acalmar os √Ęnimos.

Fonte: Agência Brasil

Comunicar erro

Coment√°rios