MP pede ao TCU investigação sobre gastos com férias de Bolsonaro

Por Juka Martins em 06/04/2021 às 13:53:42

O subprocurador-geral do Ministério Público que atua junto ao Tribunal de Contas da Uni√£o Lucas Rocha Furtado apresentou uma representa√ß√£o para que a Corte avalie a natureza e a composi√ß√£o das despesas, assim como "a pertin√™ncia e a oportunidade desses gastos, considerando o momento atual, em que o País enfrenta uma das mais críticas crises de sua história, seja sob o aspecto econômico-financeiro, seja sob o aspecto sanit√°rio- social".

As informa√ß√Ķes relativas aos custos das férias de Bolsonaro foram obtidas pelo deputado federal Elias Vaz (PSB-GO), que enviou requerimento de informa√ß√£o à Presid√™ncia da República.

Os gastos incluem locomo√ß√£o terrestre, aqu√°tica e aérea do presidente, da família, de convidados e da equipe de funcion√°rios que os acompanharam. Segundo o Gabinete de Seguran√ßa Institucional (GSI), os custos também englobam passagens aéreas, di√°rias e despesas no cart√£o corporativo.

Em pleno auge da pandemia, onde o número de casos de doentes e de mortes sobressaltam a popula√ß√£o diariamente, e, ao mesmo tempo, o número de famílias desassistidas cresce de forma assustadora, em especial após o fim do chamado "auxílio emergencial" em dezembro passado, causou-me indigna√ß√£o a notícia de que o Presidente Jair Bolsonaro, em férias ocorridas entre 18/12/2020 e 5/1/2020, tenha gasto o exorbitante montante de R$ 2.452.586,11 em menos de 20 dias", pontuou o subprocurador no documento.


Yahoo

Comunicar erro

Coment√°rios

Tapiocaria Silva