Padre guarabirense chama o presidente Bolsonaro de genocida, imoral, irresponsável e que tem o prazer de matar

Apoiadores do presidente reagiram fazendo críticas ao sacerdote, enquanto que muitas outras concordaram com a fala do Padre

Por Juka Martins em 01/03/2021 às 08:08:27

Indignado com o posicionamento do presidente da república Jair Bolsonaro em relação a pandemia de Covid-19, o Padre Adauto Tavares, responsável pela Comunidade de Guadalupe, no bairro do Nordeste I, em Guarabira-PB, soltou o verbo durante a celebração da missa realizada na manhã deste domingo (28), transmitida pela internet, e chamou o presidente de: "genocida, imoral e irresponsável".

"O presidente da república do Brasil é um imoral! Um homem que não tem moral nenhuma. É um irresponsável! Enfatizou o sacerdote, dizendo que queria dizer outra coisa, mas não o faria porque seria pecado durante a missa.

O Padre Adauto também disse que Bolsonaro não tem responsabilidade com a vida de ninguém e que o mesmo é uma pessoa que tem prazer em matar e tirar a vida das pessoas.

O religioso disse ainda que enquanto outros líderes vão às ruas pedir para o povo ficar em casa, o presidente do Brasil dá mau exemplo andando sem máscara e promovendo aglomerações.

Em outro trecho da sua homilia, o Padre também classificou como sem moral as pessoas que votam no presidente.

Diante da repercussão das declarações feitas por Padre Adauto, muita gente foi às redes sociais e às emissoras de rádio para dar apoio à sua fala, concordando com tudo o que foi dito. Por outro lado, alguns apoiadores se manifestaram contra, fazendo críticas severas.

Veja no vídeo abaixo, as declarações do Padre.


Comunicar erro

Comentários

Tapiocaria Silva