Banner Lives

Mulher é encontrada morta ao lado de papel de presente e polícia já tem suspeito

  Um caminhoneiro que parou no local, na Colônia Muricy, início da rua José Lipinski, encontrou o corpo e acionou a Polícia Militar (PM). O cabo [...]

Por Juka Martins em 13/10/2020 às 00:25:45

 

Um caminhoneiro que parou no local, na Colônia Muricy, início da rua José Lipinski, encontrou o corpo e acionou a Polícia Militar (PM). O cabo Célio disse à Banda B que possivelmente ela tenha sido morta no matagal. "É uma mo√ßa nova, de boa aparência, tem ferimentos no rosto, provavelmente sofreu agress√£o com pedras porque têm v√°rias ao lado do corpo. Tudo indica que é alguém conhecido, mas vamos esperar", disse.

H√° embalagens de presentes ao lado do corpo, junto com a bolsa da jovem. "Tem uma bolsa ao lado do corpo e por isso deu para ver a identifica√ß√£o. H√° também uma embalagem de papel de presente, como se o presente tivesse sido levado", completou o cabo.

 

Juliana já tinha registrado dez B.Os contra o ex-companheiro. Foto: Reprodução/Facebook

 

Documentos na bolsa da jovem indicam que ela tem filhos, mas n√£o h√° detalhes sobre idade. No histórico policial, Juliana acumula dez boletins de ocorrência pela Lei Maria da Penha contra o ex-companheiro. O último deles registrado no último dia 30.

O Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba fez o recolhimento do corpo. A Polícia Civil deve procurar e ouvir o principal suspeito pela morte de Juliana: o ex-companheiro.

Fonte: Banda B

Coment√°rios

Happy Kids
Tapiocaria Silva