Banner Lives

Inter vence Ceará com dois gols de Galhardo e se mantém na liderança do Brasileirão

Thiago Galhardo deu a volta por cima na carreira em 2019, defendendo as cores do Ceará, após passagem complicada no Vasco. Chamou a atenção do Internacional, mudou de [...]

Por Juka Martins em 11/09/2020 às 16:48:09

Thiago Galhardo deu a volta por cima na carreira em 2019, defendendo as cores do Ceará, após passagem complicada no Vasco. Chamou a atenção do Internacional, mudou de casa e, nesta quinta-feira, foi o comandante da importante vitória dos gaúchos sobre sua ex-equipe. O destaque do Brasileirão anotou os dois gols da vitória do líder por 2 a 0 sobre os cearenses no Beira-Rio.

Galhardo chegou aos oito gols na artilharia, 13 no ano, mas não escondeu de ninguém o reconhecimento pelo ex-clube. O atacante ficou bastante emocionado no primeiro gol. Quase chorou. Em respeito, foi comedido na comemoração do segundo também. Saiu cansado antes do apito final, substituído, mas satisfeito pelo bom trabalho realizado. Seus oito gols foram anotados nos últimos seis jogos. Curiosamente, após a greve lesão de Paolo Guerrero. Ele aceitou o desafio de jogar como centroavante e vem fazendo a diferença no Campeonato Brasileiro.

Leia também

Vampeta tenta, mas não consegue não ver gol do Palmeiras; veja reações!

Torcida do Corinthians protesta após derrota; veja vídeos

Com dois jogadores a mais, Palmeiras vence Corinthians por 2 a 0

O JOGO

O Inter pisou no gramado do Beira-Rio ciente que não poderia vacilar como fez diante do Bahia, jogo no qual cedeu o empate no fim. O tropeço em casa custou a vantagem na classificação. Pior, a concorrência encostou de vez. Ganhar era questão de honra para novamente acumular gordura. Mas do lado oposto havia um rival também necessitando de um resultado positivo, o Ceará, atrás da reabilitação após perder em casa do Santos. O técnico Eduardo Coudet, mais uma vez, investia tudo na boa fase de Thiago Galhardo. A prova é que D"Alessandro e Patrick, outros destaques do time, ficaram no banco. Muito pelo desgaste, é bem verdade.

Galhardo foi ao banco cearense cumprimentar os amigos do ex-clube antes do apito inicial. Bem diferente da atitude de Rafael Sóbis, que fez história no Inter, agora defende o Ceará e não repetiu a atitude. Preferiu sentar no banco sem muito papo. Guto Ferreira, suspenso e, portanto, impossibilitado de dirigir o jogo na beira do campo, até armou um Ceará interessante. Bem postado na defesa e com rápida e precisa transição ao ataque, sua equipe fazia um primeiro tempo seguro, levando perigo a Marcelo Lomba e sem ver Fernando Prass ameaçado por 43 minutos.

Num raro lance ofensivo do primeiro tempo, porém, o Inter conseguiu abrir o marcador. Edenilson deu drible da vaca no marcador e cruzou para Galhardo fazer o gol. O novo astro dos gaúchos festejou de maneira contida, bastante emocionado. Festa vermelha e uma ducha de água fria em quem estava se apresentando de maneira impecável. O Inter que quase nada fez no primeiro tempo voltou com atitude diferente para a etapa final, numa pressão total pelo segundo gol. E logo chegou duas vezes com Sarrafiore, que não teve capricho nas finalizações. Edenilson e Boschilia pararam em Prass, com menos de 10 minutos. Enfim, o líder acordou.

De tanto apertar, buscar o gol, os gaúchos definiram o triunfo após Boschilia servir o craque do jogo e nome da noite. Galhardo empurrou a bola para as redes sem dificuldades, aos 30 minutos. Agora, o Internacional defende sua liderança, com 20 pontos, em dois jogos fora de casa, diante de Goiás e Fortaleza, nos próximos dois fins de semana.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 2 x 0 CEARÁ

INTERNACIONAL – Marcelo Lomba; Saravia, Cuesta, Zé Gabriel e Moisés; Johnny, Nonato (Patrick), Edenilson e Peglow (Sarrafiore, depois Abel Hernández); Boschilia (Rodrigo Moledo) e Thiago Galhardo (D"Alessandro). Técnico: Eduardo Coudet.

CEARÁ – Fernando Prass; Eduardo, Tiago, Gabriel Lacerda e Alyson; Charles, William Oliveira (Lima), Fernando Sobral (Ricardinho), Vinícius (Rick) e Mateus Gonçalves (Felipe Baxola); Cléber (Rafael Sóbis). Técnico: Guto Ferreira.

GOLS – Thiago Galhardo, aos 43 minutos do primeiro tempo e aos 30 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Alyson e William Oliveira (Ceará).

ÁRBITRO – Rodrigo D"Alonso Ferreira (SC).

LOCAL – Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

Fonte: JP

Comentários

Happy Kids
Tapiocaria Silva