Análise de DNA ajuda Polícia Federal a encontrar suspeito de roubo a bancos no Paraná

Durante a primeira fase da operação policial foram cumpridos dois mandados de prisão e coletados 26 perfis genéticos de investigados, que acabaram por identificar [...]

Por Juka Martins em 26/06/2020 às 11:14:15

Durante a primeira fase da operação policial foram cumpridos dois mandados de prisão e coletados 26 perfis genéticos de investigados, que acabaram por identificar outras quatro pessoas como participantes em crimes de roubo qualificado contra agências bancárias em quatro cidades paranaenses.

O preso será indiciado pelos crimes de homicídio qualificado, roubo qualificado, dano qualificado, posse e porte de arma de fogo de calibre permitido e porte de arma de calibre restrito, crimes cujas penas podem chegar a 30 anos de prisão.

Estas foram as informações repassadas pela PF a respeito da segunda fase da operação Tangram.

Vídeos

A PF divulgou ainda vídeos de câmeras de segurança dos assaltos contra agências de Pitanga em março:

Vídeo mostra a entrada dos suspeitos na agência:

Vídeo mostra o momento da explosão dentro da agência:

Fonte: Banda B

Comentários

Happy Kids
Tapiocaria Silva