Home / Destaque / CORRUPÇÃO, FALTA DE ÉTICA E O OPORTUNISMO POLÍTICO PERMEIAM A AÇÃO DE PARLAMENTARES EM BRASÍLIA E NO AMAZONAS; VEJA NOMES

CORRUPÇÃO, FALTA DE ÉTICA E O OPORTUNISMO POLÍTICO PERMEIAM A AÇÃO DE PARLAMENTARES EM BRASÍLIA E NO AMAZONAS; VEJA NOMES

20160316212232alckmin1

 

 

Aécio Neves e Geraldo Alckmin foram vaiados em plena avenida paulista no domingo passado, durante as manifestações populares contra a corrupção e o governo do PT.

Eles não entenderam que a sociedade não busca só a mudança de governo, quer mudança de hábito no trato com a coisa pública.

O PSDB no governo nunca foi exemplo de santidade, aliás, basta lembrar que o a emenda constitucional que permitiu a reeleição de Fernando Henrique Cardoso foi comprada, contando com a ajuda dos políticos do Amazonas, Amazonino Mendes e Pauderney Avelino. Tanto aqui, quanto lá, os aproveitadores e oportunistas agem cinicamente.

aecioae

No final de semana, o ex-deputado estadual Chico Preto, através das redes sociais reivindicava a paternidade pelo não pagamento de um precatório de quase cem milhões de reais à construtora Andrade Gutierzz. Foi desmentido pelos promotores de Justiça, já que pagamento não foi efetuado por interferência do Ministério Público Estadual junto ao presidente do Tribunal de Justiça, à época, Ari Moutinho da Costa.

20150204134208serafim_1

Na mesma linha de esperteza do ex-prefeito de Manaus, Serafim Corrêa ataca o prefeito Artur Neto.

O deputado não pode esquecer que já foi prefeito, e foi o único no Brasil que não conseguiu se reeleger; isso, sozinho, já diz o fiasco da sua gestão.

Até o Alfredo Nascimento foi reeleito. Além da gestão pífia, até hoje responde na Justiça ação por improbidade administrativa pela desapropriação e doação de um área para a igreja do pastor René Terra Nova, em troca de apoio político para eleger seu filho deputado federal.

O superfaturamento de mais de dez milhões de reais na obra do viaduto do Coroado, que não concluiu também, é objeto de ação de improbidade na Justiça estadual.

Por sua vez, a deputada estadual e escrivã de polícia Alessandra Campelo, que largou o PC do B da Vanessa e do Eron para se abrigar no PMDB do Eduardo Braga, resolveu posar de vestal da honestidade e da ética.

Alessandra foi Secretária de Esportes na cota do PC do B, e se elegeu usando a estrutura da secretaria durante o governo Omar Aziz. Agora cospe no prato que comeu e desmerece o governo Melo.

06_ALESSANDRA-CAMPELO-PCdoB_EP-13-575x381

A parlamentar não pode esquecer que suas contas foram reprovadas pelo Tribunal de Contas e ficará inelegível, e não adianta se pegar com o seu novo chefe, Eduardo Braga, que também precisa de protetor já que a Lava-Jato chegou para valer ao ministro.

A sociedade amazonense sabe muito bem distinguir quem são seus homens e mulheres públicos que merecem respeito.
portaldozacarias

Sobre Cristiano Ricelli

Cristiano Ricelli

Veja Também

Câmara campinense aprova reajustes salariais

Foto: Ascom A Câmara Municipal de Campina Grande debateu e aprovou nesta quarta-feira (21) o ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *