Home / Notícias / Vereadora eleita com um voto assume o cargo no interior de São Paulo

Vereadora eleita com um voto assume o cargo no interior de São Paulo

06092016050943_1-400x300

Por aproximadamente quatro meses, a Câmara Municipal de Dracena, no interior de São Paulo, terá uma vereadora que obteve apenas um voto na eleição de 2012, e que nem foi o dela própria. A estudante de educação física, Alyne Zolin, 24 anos, garante que ninguém da família votou nela. “Meus pais são de outra cidade, eles estavam morando em Dracena na época, mas não tinham transferido o título de eleitor ainda, então não puderam votar em mim”, diz. Alyne conta que não estava na cidade no dia da eleição, e, por isso, também não votou.

Ela foi a menos votada entre os 109 candidatos que disputavam uma vaga na Câmara de Vereadores de Dracena.“Foi um susto, mas ao mesmo tempo fiquei feliz. Deus está me dando uma segunda chance de fazer o que não pôde ser feito no passado, não sei quem votou em mim, mas vou fazer valer a pena”, comenta.

Alyne é filiada ao PSD e é a sexta suplente do vereador Rodrigo Castilho (PSDB). Ele teve o mandato cassado por infidelidade partidária, pois foi eleito pelo PSD e decidiu mudar de partido fora do prazo determinado pela justiça. No entanto, embora existam candidatos mais votados na cidade, a cadeira deve ser preenchida por suplente da mesma legenda do vereador cassado. O parlamentar recorreu da decisão e aguarda julgamento.

A vereadora, que é casada, pediu demissão da loja em que trabalhava, na cidade de Jundiaí, e já está com a mudança pronta para Dracena, no interior de São Paulo. “Não morava mais na cidade, mas o intuito sempre foi voltar. Eu já tinha até pedido pra sair do trabalho antes disso acontecer, então surgiu essa oportunidade e eu estou voltando antes do previsto. Meu marido virá depois, ele vai esperar eu me estabilizar nesses quatro meses”, conta. A vereadora irá receber um salário de R$ 4.473,68.

Dracena, a cidade da vereadora Alyne Zolin, fica no oeste do estado de São Paulo e tem cerca de 43 mil habitantes, segundo o Censo 2010 do IBGE. O vereador mais votado nas últimas eleições, Moisés da Funerária (PTB), teve 1.728 votos.

Sobre Cristiano Ricelli

Cristiano Ricelli

Veja Também

livramento-pb

Ex-prefeito paraibano é condenado a dois anos de prisão por fraude em licitação

O ex-prefeito de Livramento José de Arimatéia Anastácio Rodrigues de Lima foi condenado pela Justiça ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *