Home / Destaque / Trump confirma que fará muro na fronteira com México

Trump confirma que fará muro na fronteira com México

Republican presidential candidate, businessman Donald Trump stands during the Fox Business Network Republican presidential debate at the North Charleston Coliseum, Thursday, Jan. 14, 2016, in North Charleston, S.C. (AP Photo/Chuck Burton)

O Presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, confirmou neste domingo (13) que manterá a promessa de construir um muro na fronteira com o México quando assumir a Casa Branca.

A declaração foi feita em uma entrevista à emissora CBS , mas o republicano admitiu que, em determinados trechos da fronteira, será feita apenas uma cerca. Ainda na disputa eleitoral, o magnata irritou mexicanos ao dizer que o país latino pagaria pelo muro.

Além disso, Trump declarou que deportará “imediatamente” entre 2 e 3 milhões de imigrantes clandestinos com antecedentes criminais. Durante a campanha, o magnata havia prometido que uma de suas primeiras medidas na Presidência seria expulsar pessoas vivendo ilegalmente no país. “Aquilo que faremos é jogar fora do país ou prender as pessoas que são criminosas, têm antecedentes criminais, membros de gangues, traficantes de droga”, disse.

Na última semana, Trump deu uma entrevista ao jornal The Wall Street Journal , na qual reconhece que partes do sistema de saúde criado pelo presidente Barack Obama, o “Obamacare”, podem ser mantidas, embora tivesse prometido enterrar o projeto assim que tomasse posse.

Enquanto isso, seguem os protestos contra e eleição do magnata. Em Portland, que tem sido palco dos atos mais violentos, 19 pessoas foram presas na noite de sábado (12) após confrontos com a polícia. As manifestações vêm acontecendo desde quarta-feira (9) em várias cidades do país.

Sobre Cristiano Ricelli

Cristiano Ricelli

Veja Também

a581a5f1ebfb740f224d200013d9bd8f

Indianos protestam contra seca com crânios humanos e ratos vivos

Agricultores da Índia carregam ratos vivos entre os dentes e crânios humanos em protestos para chamar a atenção do governo para ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *