Home / Destaque / QUER APOIO: Temer oferece jantar agora a deputados da base aliada para pedir apoio para a proposta que limita os gastos públicos

QUER APOIO: Temer oferece jantar agora a deputados da base aliada para pedir apoio para a proposta que limita os gastos públicos

O presidente Michel Temer oferece, na noite deste domingo (09), no Palácio da Alvorada, um jantar a deputados que integram partidos da base aliada. O objetivo do encontro, conforme a assessoria de Temer, é buscar apoio à PEC (proposta de emenda à Constituição) que limita os gastos públicos. Da bancada da Paraíba apenas três deputados não estão presentes, Luiz Couto, Wellington Roberto  e Damião Feliciano.

O projeto do governo estabelece que as despesas da União só poderão crescer, pelos próximos 20 anos, conforme a inflação do ano anterior. A partir do décimo ano, contudo, o presidente da República poderá propor ao Congresso Nacional uma nova fórmula.

Segundo a Presidência, são esperados no encontro deste domingo cerca de 200 parlamentares e ministros da articulação política. A proposta já foi aprovada pela comissão especial da Câmara que a analisava e agora deve ser votada, em dois turnos, no plenário da Casa.

A expectativa do Palácio do Planalto é garantir a primeira aprovação do texto ainda nesta semana e a segunda até o fim do mês, para que, em novembro, o Senado possa analisar o projeto. Conforme a assessoria de Temer, o presidente reforçará com a base aliada a importância da aprovação da PEC para o equilíbrio das contas públicas. O  economista  Armando Castelar fez uma apresentação explicando a situação do Brasil.

e9f1592b-8a67-4e52-972f-288aac761478

8aba5e1c-1434-47b5-93e5-628ac06c0f9e

 

5d9005b1-b3fa-4180-a11d-c28f6d777ed3

 

39f14348-70db-49f9-a36f-045bfed08367

 

e6e378b5-2395-42bd-b94a-ea7a30e276ee (1)

6057a4b2-550f-4ab7-ab8b-3fb98db67a47

 

Créditos: polemica

Sobre Cristiano Ricelli

Cristiano Ricelli

Veja Também

IMG_1284-e1493082553798

Polícia prende suspeito de matar agente de trânsito em blitz da ‘Lei Seca’ na PB

Rodolpho Carlos foi preso cerca de 90 dias depois do caso Foi preso nesta segunda-feira ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *