Home / Destaque / Prévias do Carnaval 2016 em João Pessoa terão reforço de mais de 2.100 policiais e bombeiros

Prévias do Carnaval 2016 em João Pessoa terão reforço de mais de 2.100 policiais e bombeiros

carnaval-joão-pessoa

As Forças de Segurança Pública da Paraíba vão empregar um efetivo de 2.148 homens e mulheres durante as prévias carnavalescas de João Pessoa, que acontecem de 29 de janeiro a 6 de fevereiro. O policiamento vai abranger ações de prevenção e repressão à violência nos locais de festa e adjacências, com foco no enfrentamento aos crimes patrimoniais, assim como na apreensão de armas e drogas. As atividades dos bombeiros estarão concentradas na prevenção aquática, combate a incêndios, atendimento pré-hospitalar e busca e salvamento em locais de difícil acesso. Durante o desfile dos blocos com maior concentração de pessoas, um centro de comando dos órgãos da Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Seds) será instalado na Avenida Epitácio Pessoa.

As festas vão contar com reforço de 1.700 policiais militares, distribuídos de acordo com o porte dos eventos. Os blocos que terão maior efetivo serão Virgens de Tambaú, no domingo (31), com 700 policiais; Muriçocas do Miramar, com um efetivo de 700 homens na quarta-feira (3); Bloco dos Atletas e do Bloco Banho de Cheiro, com cerca de 230 policiais; e Bloco das Muriçoquinhas, também com aproximadamente 230 policiais já na próxima segunda-feira (1). Todos os tipos de policiamento serão empregados.

Para dar segurança aos foliões, a Polícia Militar também vai utilizar câmeras de monitoramento na área dos eventos. Serão pelo menos 12 equipamentos posicionados em diversos locais, com a finalidade de contribuir para constatação de crimes que possam ocorrer durante o desfile dos blocos e de identificar autores de delitos. As câmeras serão posicionadas em pontos da Av. Epitácio Pessoa, da Av. Almirante Tamandaré e de outras ruas na área das festividades. Uma central de monitoramento ainda ficará instalada também na Av. Epitácio Pessoa.

A Polícia Civil vai empregar um efetivo de 80 delegados, agentes de investigação e escrivães, entre outros servidores, para garantir o funcionamento em regime de plantão da 10ª Delegacia Distrital, em Tambaú, e da 3ª Delegacia Distrital, na Av. Epitácio Pessoa, nos dias dos desfiles das Virgens de Tambaú e das Muriçocas do Miramar. Uma Delegacia Móvel com 25 policiais civis também será instalada no ponto base da avenida, para registro de boletins de ocorrência e outros atendimentos. O Instituto de Polícia Científica (IPC) vai disponibilizar um efetivo de 22 de peritos, necrotomistas, técnicos em perícia e papiloscopistas. Os trabalhos também contam com quatro rabecões.

Além dessas delegacias, o efetivo diário vai estar empregado no plantão da 12ª Delegacia Distrital, instalada no Distrito Integrado de Segurança Pública, em Manaíra, e a Delegacia de Atendimento ao Turista (Deatur), que funciona no Mercado de Tambaú. Outra opção é a Central de Polícia Civil, no bairro do Geisel. As Delegacias Especializadas (Roubos e Furtos, Homicídios, Repressão a Entorpecentes, Atendimento à Mulher, Roubos e Furtos de Veículos, entre outras) funcionarão em regime de plantão em João Pessoa, normalmente.

O Corpo de Bombeiros vai disponibilizar um efetivo de 321 homens e mulheres militares em suas atividades de prevenção na água e ainda para combate a situações de incêndios. O reforço também vai acontecer com busca e salvamento e atendimento pré-hospitalar, sendo que nos dias de desfiles dos  blocos Muriçocas do Miramar e Virgens de Tambau o Corpo de Bombeiros vai empregar em cada um 117 Militares.

Patrulhamento aéreo – O helicóptero da Secretaria da Segurança e da Defesa Social também vai atuar durante as prévias carnavalescas da Capital. O planejamento inclui voos diurnos e noturnos do Acauã, de acordo com os eventos, e ainda por acionamento do Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop).

A aeronave modelo ‘Esquilo B’ está habilitada a atender ocorrências de grande porte, que envolvem policiamento aéreo, salvamento aquático, resgate de vítimas e combate a incêndios. O equipamento multimissão é dotado de tecnologia digital de gerenciamento dos sistemas embarcados (VEMD), que facilita o trabalho dos pilotos em pousos e decolagens. Sua autonomia é de três horas e meia de voo, podendo atingir uma velocidade máxima de 130 nós, o equivalente a 280 quilômetros por hora. Quanto ao espaço, a capacidade é para até sete pessoas e ainda equipamento, armamento e suprimento, além da possibilidade de carga externa de até uma tonelada. Para resgate, são transportados, além dos pilotos, a vítima em uma maca, um médico e um paramédico.

 

Sobre Cristiano Ricelli

Cristiano Ricelli

Veja Também

Todos querem se aposentar

Que delírio é esse que toma conta do País? Imaginam os senhores parlamentares e mesmo ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *