Home / Destaque / Prévias do Carnaval 2016 em João Pessoa terão reforço de mais de 2.100 policiais e bombeiros

Prévias do Carnaval 2016 em João Pessoa terão reforço de mais de 2.100 policiais e bombeiros

carnaval-joão-pessoa

As Forças de Segurança Pública da Paraíba vão empregar um efetivo de 2.148 homens e mulheres durante as prévias carnavalescas de João Pessoa, que acontecem de 29 de janeiro a 6 de fevereiro. O policiamento vai abranger ações de prevenção e repressão à violência nos locais de festa e adjacências, com foco no enfrentamento aos crimes patrimoniais, assim como na apreensão de armas e drogas. As atividades dos bombeiros estarão concentradas na prevenção aquática, combate a incêndios, atendimento pré-hospitalar e busca e salvamento em locais de difícil acesso. Durante o desfile dos blocos com maior concentração de pessoas, um centro de comando dos órgãos da Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Seds) será instalado na Avenida Epitácio Pessoa.

As festas vão contar com reforço de 1.700 policiais militares, distribuídos de acordo com o porte dos eventos. Os blocos que terão maior efetivo serão Virgens de Tambaú, no domingo (31), com 700 policiais; Muriçocas do Miramar, com um efetivo de 700 homens na quarta-feira (3); Bloco dos Atletas e do Bloco Banho de Cheiro, com cerca de 230 policiais; e Bloco das Muriçoquinhas, também com aproximadamente 230 policiais já na próxima segunda-feira (1). Todos os tipos de policiamento serão empregados.

Para dar segurança aos foliões, a Polícia Militar também vai utilizar câmeras de monitoramento na área dos eventos. Serão pelo menos 12 equipamentos posicionados em diversos locais, com a finalidade de contribuir para constatação de crimes que possam ocorrer durante o desfile dos blocos e de identificar autores de delitos. As câmeras serão posicionadas em pontos da Av. Epitácio Pessoa, da Av. Almirante Tamandaré e de outras ruas na área das festividades. Uma central de monitoramento ainda ficará instalada também na Av. Epitácio Pessoa.

A Polícia Civil vai empregar um efetivo de 80 delegados, agentes de investigação e escrivães, entre outros servidores, para garantir o funcionamento em regime de plantão da 10ª Delegacia Distrital, em Tambaú, e da 3ª Delegacia Distrital, na Av. Epitácio Pessoa, nos dias dos desfiles das Virgens de Tambaú e das Muriçocas do Miramar. Uma Delegacia Móvel com 25 policiais civis também será instalada no ponto base da avenida, para registro de boletins de ocorrência e outros atendimentos. O Instituto de Polícia Científica (IPC) vai disponibilizar um efetivo de 22 de peritos, necrotomistas, técnicos em perícia e papiloscopistas. Os trabalhos também contam com quatro rabecões.

Além dessas delegacias, o efetivo diário vai estar empregado no plantão da 12ª Delegacia Distrital, instalada no Distrito Integrado de Segurança Pública, em Manaíra, e a Delegacia de Atendimento ao Turista (Deatur), que funciona no Mercado de Tambaú. Outra opção é a Central de Polícia Civil, no bairro do Geisel. As Delegacias Especializadas (Roubos e Furtos, Homicídios, Repressão a Entorpecentes, Atendimento à Mulher, Roubos e Furtos de Veículos, entre outras) funcionarão em regime de plantão em João Pessoa, normalmente.

O Corpo de Bombeiros vai disponibilizar um efetivo de 321 homens e mulheres militares em suas atividades de prevenção na água e ainda para combate a situações de incêndios. O reforço também vai acontecer com busca e salvamento e atendimento pré-hospitalar, sendo que nos dias de desfiles dos  blocos Muriçocas do Miramar e Virgens de Tambau o Corpo de Bombeiros vai empregar em cada um 117 Militares.

Patrulhamento aéreo – O helicóptero da Secretaria da Segurança e da Defesa Social também vai atuar durante as prévias carnavalescas da Capital. O planejamento inclui voos diurnos e noturnos do Acauã, de acordo com os eventos, e ainda por acionamento do Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop).

A aeronave modelo ‘Esquilo B’ está habilitada a atender ocorrências de grande porte, que envolvem policiamento aéreo, salvamento aquático, resgate de vítimas e combate a incêndios. O equipamento multimissão é dotado de tecnologia digital de gerenciamento dos sistemas embarcados (VEMD), que facilita o trabalho dos pilotos em pousos e decolagens. Sua autonomia é de três horas e meia de voo, podendo atingir uma velocidade máxima de 130 nós, o equivalente a 280 quilômetros por hora. Quanto ao espaço, a capacidade é para até sete pessoas e ainda equipamento, armamento e suprimento, além da possibilidade de carga externa de até uma tonelada. Para resgate, são transportados, além dos pilotos, a vítima em uma maca, um médico e um paramédico.

 

Sobre Cristiano Ricelli

Cristiano Ricelli

Veja Também

PF cumpre mandados de prisão de acusados de fraudes em fundos de pensão

Policiais federais cumprem hoje (12) dez mandados de prisão contra acusados de fraudar os fundos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *