Home / Policia / Polícia prende falso corretor de imóveis suspeito de fraude superior a R$ 150 mil em Santa Rita 

Polícia prende falso corretor de imóveis suspeito de fraude superior a R$ 150 mil em Santa Rita 

seds policia prende falso corretor de imoveis em santa rita (2) [227611] seds policia prende falso corretor de imoveis em santa rita (3) [227612]

seds policia prende falso corretor de imoveis em santa rita (1) [227610]

A Polícia Civil da Paraíba, por meio de um trabalho realizado pela Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa (DDF), prendeu, na tarde desta segunda-feira (15), Walter Moreira dos Santos, 64 anos, suspeito de pratica negociação fraudulenta de dois imóveis localizados no loteamento Vale, em Santa Rita, pelo valor total de R$ 157 mil.

De acordo com o delegado Lucas Sá, o suspeito apresentou-se como corretor de imóveis, formalizando um contrato particular com as duas vítimas e recebendo o adiantamento de R$ 15 mil. As vítimas receberam um contrato assinado pelos supostos proprietários dos imóveis e foram informadas pelo suspeito que os valores restantes deveriam ser depositados em uma conta da Caixa Econômica Federal, supostamente vinculada aos imóveis. No entanto, as vítimas descobriram que a conta bancária informada pertencia, na verdade, ao próprio suspeito Walter, que se apropriou dos valores repassados pelas vítimas, descobrindo, ainda, que os imóveis negociados não pertenciam às pessoas informadas pelo falso corretor, e então compareceram à Delegacia de Defraudações para denunciar as fraudes em andamento.

Após investigação, a Polícia conseguiu confirmar que Walter Moreira não é corretor de imóveis habilitado pelo Creci e que estaria levando outras pessoas ao mesmo imóvel negociado com as vítimas que compareceram à delegacia. Mobilizada e trabalhando incansavelmente, a equipe localizou o falso corretor na agência da CEF, em Santa Rita, ocasião na qual foi dada voz de prisão e o suspeito conduzido à delegacia, para a realização dos procedimentos cabíveis. Com o suspeito foram apreendidos diversos contratos de imóveis negociados naquela cidade.

Segundo a autoridade policial, Walter Moreira confessou a atuação criminosa, mas não colaborou com as investigações, negando-se a fornecer detalhes das condutas praticadas. Ele responderá pelos crimes de estelionato e exercício ilegal da profissão e permanecerá na carceragem da Central de Polícia, na capital paraibana, aguardando seu encaminhamento à audiência de custódia. As investigações serão direcionadas, ainda, para a identificação de outras vítimas e de outras pessoas que possam ter atuado em conjunto com o suspeito preso, de maneira que mais pessoas poderão ser presas nas próximas horas.

Para a polícia são comuns fraudes desta natureza. Por isso alerta que é muito importante que as pessoas interessadas em negociar imóveis verifiquem a documentação pessoal de quem está participando da transação e a documentação do imóvel negociado como a certidão de inteiro teor, de maneira a minimizar o risco de fraudes. A polícia sempre apela para a população de que quaisquer denúncias sobre o suspeito ou sobre crimes desta natureza poderão ser encaminhadas à delegacia pelo Disque Denúncia da Secretaria de Segurança e Defesa Social da Paraíba –197, com sigilo absoluto.

 

 

Sobre Cristiano Ricelli

Cristiano Ricelli

Veja Também

41eeb4f888524123c6778ab280392e49_e

BALANÇO DAS OCORRÊNCIAS POLICIAIS DA 7ª CIPM (SOLÂNEA) DO FIM DE SEMANA

SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA E DA DEFESA SOCIAL POLÍCIA MILITAR 7ª COMPANHIA INDEPENDENTE ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *