Home / Policia / Polícia apreende armas, explosivos e prende três suspeitos na zona rural de Barra de Santana

Polícia apreende armas, explosivos e prende três suspeitos na zona rural de Barra de Santana

armas-1 armas-2 armas-3

Uma operação policial realizada no início da madrugada desta sexta-feira (25), na zona rural de Barra de Santana, teve como resultado a apreensão de seis fuzis, uma metralhadora e 29 pistolas, além de bananas de dinamites, diversas munições e grampos. Na ação, três suspeitos foram presos.

Durante a operação, realizada por policiais da 3ª Companhia Independente de Queimadas, foram apreendidos ainda três carros e uma motocicleta, nove coletes à prova de bala e roupas camufladas, a exemplo de roupas de palhaços.

De acordo com o major Cristóvão Lucas, relações públicas da Polícia Militar, foram apreendidas munições de diversas armas. “A polícia recebeu uma denúncia anônima de que esses suspeitos estariam em um sítio. De imediato, os policiais, 12 ao todo sob o comando da capitã Luciana Firme, montaram a operação”, disse.

Foram presos dois homens e uma mulher. Um dos homens é do estado de Pernambuco. Já o segundo é de Campina Grande, e já conta com envolvimento em crimes relacionados a explosões a caixas eletrônicos. “Eles foram levados para a delegacia de Queimadas e autuados, tendo em vista a posse dessas armas de uso restrito”, acrescentou o major Lucas.

Apreensão – Ao todo, a polícia conseguiu apreender seis fuzis, sendo cinco de calibre 556 e um de calibre 1762, uma metralhadora, cinco pistolas, 29 bananas de dinamite, 1.500 munições de várias diversas armas, 18 baldes cheios de grampos, utilizados para furar os pneus das viaturas, nove coletes à prova de bala, três carros e uma motocicleta.

Ainda de acordo com o major Cristóvão Lucas, outras pessoas devem ainda fazer parte desse grupo. “Acreditamos que outras pessoas devam fazer parte desse grupo, pois não há dúvidas de que estavam se preparando para mais uma prática criminosa na Paraíba que, com o empenho dos nossos policiais e a colaboração da sociedade, foi frustrada”, afirmou.

O major Lucas destacou a importância da colaboração da sociedade. “Em lugar nenhum do mundo temos uma polícia onipresente. Por isso, é tão importante a participação da sociedade, com denúncias anônimas. Há dois meses, conseguimos também desmantelar outro grupo criminoso, em uma ação que resultou na apreensão até de armas de guerra”, destacou. “Com o empenho da nossa polícia e com a colaboração da sociedade teremos respostas cada vez mais rápidas e eficazes contra o crime”, acrescentou.

Sobre Cristiano Ricelli

Cristiano Ricelli

Veja Também

41eeb4f888524123c6778ab280392e49_e

BALANÇO DAS OCORRÊNCIAS POLICIAIS DA 7ª CIPM (SOLÂNEA) DO FIM DE SEMANA

SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA E DA DEFESA SOCIAL POLÍCIA MILITAR 7ª COMPANHIA INDEPENDENTE ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *