Home / Destaque / PMDB emite nota sobre hostilidade contra José Maranhão em Araruna

PMDB emite nota sobre hostilidade contra José Maranhão em Araruna

josé-maranhão-pmdb

Essa sexta feira (30) foi marcada pela violência em Araruna. De acordo com informações, a prefeita Wilma Maranhão, irmã do senador José Maranhão teve seu carro depredado e o próprio senador não pôde pousar no aeroporto da cidade, porque a pista de pouso estava obstruída por veículos.
Maranhão teria ido à cidade para fazer algumas visitas e foi surpreendido pelo bloqueio da pista. As informações também dão conta de que o carro de um candidato a prefeito do PMDB teve os quatros pneus cortados.

O partido se pronunciou em nota. Confira:

O PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro), partido que sempre se pautou pelas liberdades democráticas, vem externar seu mais vivo repúdio às covardes agressões desfechadas contra o senador José Maranhão e demais lideranças do partido, nas últimas horas, em Araruna, estabelecendo um clima de terrorismo que em nada se coaduna com o espírito de equilíbrio e maturidade que deve pautar o processo eleitoral.

Ao mesmo tempo em que lamenta o clima de violência crescente no Estado, o PMDB conclama as autoridades constituídas para que exerçam seu papel institucional no sentido de manter a ordem e assegurar as liberdades individuais a todos os cidadãos, e oferecer segurança para que todos possam desempenhar seu papel constitucional na democracia que pressupõe eleições livres e sem pressões de qualquer ordem.

Por fim, o PMDB se solidariza com o senador José Maranhão e demais integrantes do partido vítimas da brutalidade da parte de quem ainda não compreendeu que a mais bela lição da democracia é a convivência dos contrários. É na convivência dos contrários que se constrói uma nação livre e plural.

João Pessoa, 01 de outubro de 2016.

PMDB – O Partido do Brasil!

Fonte: Assessoria

Sobre Cristiano Ricelli

Cristiano Ricelli

Veja Também

hqdefault

ASSISTA: Sobrevivente do voo da Chapecoense tem alta e grava vídeo de agradecimento

O comissário de bordo Erwin Tumiri, que sobreviveu à queda do avião que levava o ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *