Home / Destaque / NILO BATISTA: HÁ UM ESFORÇO PARA CRIMINALIZAR LULA

NILO BATISTA: HÁ UM ESFORÇO PARA CRIMINALIZAR LULA

images-cms-image-000476880

O ex-presidente Lula reforçou sua equipe de defesa com a contratação do advogado Nilo Batista. Um dos principais criminalistas do Rio de Janeiro, ele vai acompanhar as suspeitas sobre a família do ex-presidente em curso.

O filho caçula de Lula, Luis Cláudio Lula da Silva, dono da LFT Marketing, é investigado na operação Zelotes, pelo pagamento de R$ 2,4 milhões do escritório Marcondes & Mautoni, que fazia lobby para empresas automotivas.

Na Lava Jato, Lula também foi citado pelo delator Nestor Cerveró, ex-diretor da Petrobras, ligou, em delação premiada, sua nomeação para um cargo na BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras, em 2008, no governo Lula, a um empréstimo de R$ 12 milhões investigado na operação. Ele contou que Lula “decidiu indicar” seu nome para o novo cargo “como reconhecimento da ajuda do declarante [Cerveró]”, ou seja, por ele “ter viabilizado a contratação da Schahin como operadora da sonda”.

Nilo Batista foi governador do Rio de Janeiro em 1994, quando Leonel Brizola (PDT) se afastou do cargo para concorrer à Presidência. Também foi sondado por Lula, em 2003, para assumir uma vaga no Supremo Tribunal Federal.

Segundo ele, sua estratégia será “mostrar movimentos processuais e as hipóteses fantasiosas” utilizadas para “criminalizar” o petista. “Há um esforço para a criminalização do ex-presidente”, disse o advogado, em entrevista à ‘Folha de S. Paulo’. “Estou certo de que, se Brizola fosse vivo, me diria para ajudá-lo”, acrescentou, segundo o colunista Ancelmo Gois.

 

 

brasil247/folhadobrejo

Sobre Cristiano Ricelli

Cristiano Ricelli

Veja Também

Relatório traz nova versão para morte do padre Pedro

Com exclusividade, ao relatório de uma investigação paralelo feita pela família do Padre Pedro, brutalmente ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *