Home / Policia / Polícia prende em flagrante em Campina Grande mulher envolvida com o tráfico

Polícia prende em flagrante em Campina Grande mulher envolvida com o tráfico

seds-policia-prende-em-campina-mulher-conhecida-como-vovo-do-trafico-1 seds-policia-prende-em-campina-mulher-conhecida-como-vovo-do-trafico-2 seds-policia-prende-em-campina-mulher-conhecida-como-vovo-do-trafico-3

Policiais Civis da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) de Campina Grande prenderam em flagrante delito na manhã desta sexta feira (18) Maria Helena Barbosa Marinho, 50 anos. A mulher conhecida como ‘Vovó do tráfico’ foi flagrada pela polícia dentro da residência dela, no bairro Santa Cruz, embalando em vários sacos plásticos uma substância semelhante à maconha.

Os agentes de investigação chegaram até Maria Helena quando estavam averiguando algumas denúncias feitas para o telefone 197 Disque Denúncia da Secretaria de Segurança e da Defesa Social (Seds). A ligação anônima dizia que uma mulher estava comercializando drogas próximo a uma antiga garagem de uma empresa de ônibus localizada na Zona Oeste de Campina.

Foram realizadas várias rondas no local a fim de encontrar a residência da pessoa suspeita de comandar o ponto de venda de entorpecentes. Depois das buscas, os policiais descobriram que se tratava de Maria Helena, presa no mês de agosto deste ano pelo crime de tráfico de drogas. Na época, ela foi ouvida e liberada pela Justiça na audiência de custódia.

Com a identificação da suspeita confirmada, os policiais da Delegacia de Repressão a Entorpecentes esperaram o momento certo para agir. Ela foi monitorada e quando recebeu a droga foi abordada. “Na casa de Maria Helena encontramos uma grande quantidade de droga, parte já estava embalada e o restante ela estava preparando para venda. A ‘vovó do tráfico’, como é conhecida, disse que vendia cada embalagem por 5 reais e lucrava 800 reais por semana com este comercio ilícito”, informou o delegado da DRE, Ramirez São Pedro.

Com Maria Helena também foram encontrados sete papelotes de um pó branco semelhante à cocaína. Ela foi ouvida na delegacia e recolhida na carceragem da Central de Polícia Civil, no bairro Catolé. A suspeita será apresentada ao juiz para audiência de custódia na segunda-feira (21). A substância apreendida na casa dela foi encaminhada para análise no Instituto de Policia Cientifica (IPC) de Campina Grande.

Sobre Cristiano Ricelli

Cristiano Ricelli

Veja Também

41eeb4f888524123c6778ab280392e49_e

BALANÇO DAS OCORRÊNCIAS POLICIAIS DA 7ª CIPM (SOLÂNEA) DO FIM DE SEMANA

SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA E DA DEFESA SOCIAL POLÍCIA MILITAR 7ª COMPANHIA INDEPENDENTE ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *