Home / Entretenimento / Jornalista José Teles fala sobre ‘Frevo gravado’ no Espaço Cultural 

Jornalista José Teles fala sobre ‘Frevo gravado’ no Espaço Cultural 

jose-teles4

O jornalista paraibano José Teles (radicado em Pernambuco) é o palestrante desta quinta-feira (17), às 17h, no miniauditório José Siqueira, do Centro de Documentação e Pesquisa Musical, na Fundação Espaço Cultural, em João Pessoa. Ele falará sobre seu livro ‘Frevo gravado: De borboleta não é ave a Passo de anjo’. A entrada é gratuita e há apenas 25 vagas.

A obra é um mergulho na trajetória fonográfica do frevo, desde a gravação do tema ‘Borboleta não é ave (Nelson Ferreira & J. Borges Diniz), pela Casa Edison do Rio de Janeiro, em 1922, até o álbum ‘Passo de anjo’, da SpokFrevo Orquestra, registrado pela gravadora Biscoito Fino, em 2004.

Conforme Pedro Osmar, da coordenação do CDPM, as atividades são permanentes. O foco principal é a reunião para troca de informações e debate sobre o tema proposto. Ele destacou que a palestra de José Teles é essencial para amantes da música e do jornalismo cultural.

O coordenador explicou que o plano de ocupação da sala de trabalho do CDPM também conta com exibição comentada de vídeos educativos, palestras, oficinas, lançamento de discos e livros, recital de poesia comentada e eventos para registro filmográfico e fotográfico.

José Teles – Nascido em Campina Grande (em 1955), José Teles é radicado no Recife (PE) desde 1960. Lá, trabalha como jornalista e crítico musical no Jornal do Commercio, onde começou a escrever em 1980.

Crítico musical desde 1986, colabora com vários jornais e revistas fora de Pernambuco, como O Pasquim, Caros Amigos, International Magazine, Bizz, General, Continente Multicultural, entre outras.

É autor dos livros ‘Do Frevo ao Mangue Beat’ (Editora 34, SP) e ‘O Frevo Rumo à Modernidade’ (2008, prêmio de ensaio nos 100 Anos do Frevo, pela Prefeitura do Recife), além de meia dúzia de livros de crônicas e mais duas dezenas de infanto-juvenis.

Ainda pelas Edições Bagaço, publicou as biografias ‘Lá Vem os Violados: Quinteto Violado 40 Anos’; ‘O Malungo Chico’ (sobre Chico Science); ‘Siri na Lata: 30 Anos de Anarquia, Folia e Negócios’ (história do Bloco Anárquico Armorial Siri na Lata).

O jornalista José Teles também escreveu o livro de viagem ‘Eu e Meu Ray-Ban, Uma Viagem’, além de ‘Acordei esta manhã cantando uma velha canção dos Beatles’, publicado pela Editora Bagaço.

 

Sobre Cristiano Ricelli

Cristiano Ricelli

Veja Também

joao-e-maria-o-conto-de-fadas-de-chico-buarque-html

Chico Buarque anuncia disco de inéditas e grande turnê pelo Brasil

Uma boa notícia para os milhares de fãs de Chico Buarque: vem disco novo por ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *