Home / Geral / Fundac, UFPB e Senai discutem parceria para atividades profissionalizantes nas unidades socioeducativas

Fundac, UFPB e Senai discutem parceria para atividades profissionalizantes nas unidades socioeducativas

fundac-ufpb-e-senai-parcerias-profissionalizantes-para-unidades-socioeducativas-6

Fortalecer a política socioeducativa com atividades profissionalizantes que contribuam com o processo de ressocialização de jovens e adolescentes em cumprimento de medidas nas unidades socioeducativas do Estado é o principal objetivo do presidente da Fundação do Desenvolvimento da Criança e do Adolescente “Alice de Almeida”, Noaldo Meireles, ao propor uma discussão conjunta com representantes da Universidade Federal da Paraíba – UFPB e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – Senai/PB.

O diálogo aconteceu na semana passada, na sede da Fundação, e contou com a presença de Paulo Felix de Araújo, gerente de Tecnologia e Inovação do Senai; de Marcone  Amorim, coordenador de educação popular da Pró-reitoria de Extensão da UFPB, e de Rildo Lima, coordenador do Eixo Profissionalizante da Fundac.

Segundo Noaldo, a ideia da parceria partiu da preocupação em amenizar o ócio dos internos dentro nas unidades socioeducativas do Estado, além da reativação de atividades que já existiam, visando, assim, o aproveitamento do material e a certificação por meio do Senai, para que os socioeducandos voltem ao convívio social, aptos para o mercado de trabalho.

A reunião foi mediada pelo coordenador de Educação Popular da Pró-Reitoria de Extensão da UFPB, Marcone Amorim, que falou sobre o intuito da instituição federal em fortalecer a atual gestão da Fundac por meio da busca de parcerias como esta com o Senai. Na ocasião, Marcone aproveitou a oportunidade para pleitear a gratuidade para alguns cursos e vagas do Pronatec 2017.

Paulo Felix de Araújo, gerente de Tecnologia e Inovação do Senai, sinalizou de forma positiva para a Fundação. Solicitou uma minuta com as necessidades da Fundac e um relatório das oficinas a serem reaproveitadas com as devidas especificações dos materiais. “Temos uma capilaridade muito grande de cursos e quando não temos profissionais em determinadas áreas, trazemos de fora”, disse Paulo.

Durante a reunião, Rildo Lima, responsável pelo Eixo Profissionalizante da Fundac, historiou um pouco acerca da parceria com o Senai e também solicitou vagas para o Pronatec 2017. “Farei levantamento sobre o interesse dos internos com relação aos tipos de cursos voltados à necessidade atual do mercado de trabalho”, disse Rildo, já que o principal interesse da Fundac é a inserção dos socioeducandos no mercado de trabalho, após o cumprimento de medidas.

Noaldo Meireles falou ainda sobre a busca de novos fundos de investimentos, voltados para cursos profissionalizantes, e pediu ao representante do Senai uma atenção especial para cursos profissionalizantes que reativem algumas oficinas da Fundação, como: Tear e Mosaico (Lagoa Seca), Produtos de Limpeza, Marcenaria e Padaria/Confeitaria (João Pessoa).

Sobre Cristiano Ricelli

Cristiano Ricelli

Veja Também

douglas-lucena

Prefeito de Bananeiras promete pagar 13º dos servidores efetivos

Douglas Lucena, prefeito da cidade de Bananeiras Há quase dois anos o discurso da maioria ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *