Home / Esportes / Flamengo despacha o Santa Cruz e mantém perseguição ao líder Palmeiras

Flamengo despacha o Santa Cruz e mantém perseguição ao líder Palmeiras

A perseguição ao líder Palmeiras continua. Depois de tropeçar na rodada passada diante do São Paulo, o Flamengo voltou a vencer neste domingo e superou vice-lanterna Santa Cruz por 3 a 0, no estádio do Pacaembu, com gols de Felipe Vizeu, Willian Arão e Marcelo Cirino. Com isso, mantém a diferença de três pontos para o time alviverde, que também fez a sua parte nesta 29ª rodada do Brasileiro ao vencer o América-MG em Londrina.

A vitória leva o Flamengo a 57 pontos, contra 60 do Palmeiras. Já o Santa Cruz sofre a quarta derrota consecutiva na Série A, estaciona nos 23 pontos e dá mais um grande passo em direção à Série B.

O Flamengo agora tem na quinta-feira mais uma chance de tirar a diferença de três pontos para o Palmeiras. Faz clássico contra o Fluminense no Raulino de Oliveira às 21h, 1h30 mais tarde que o time alviverde, que recebe o Cruzeiro na Fonte Luminosa às 19h30.

Já o Santa Cruz vai a campo um dia antes, quarta-feira, às 21h45, quando recebe o Corinthians na Arena Pantanal.

Quem não faz…

Gilvan de Souza/Flamengo

 Logo aos 5min, Keno viu Paulo Victor crescer a sua frente e perdeu uma chance clara de gol para o Santa. No minuto seguinte, o Fla respondeu com gol e abriu o placar com Felipe Vizeu. Foi também, de certa forma, uma ‘resposta’ ao líder Palmeiras, que minutos antes também havia marcado seu primeiro gol na partida contra o América-MG, em Londrina.

As lágrimas de Felipe Vizeu

Gilvan de Souza/Flamengo

 Felipe Vizeu não segurou as lágrimas depois de abrir o placar logo aos 6min de partida. Ajoelhou-se no gramado e foi abraçado pelos companheiros. Na saída para o intervalo, falou sobre o choro. “Fiquei muito feliz com o gol. Flamengo é isso, foi muito emocionante. Cada gol que eu faço aqui em cima [profissional] é muito emocionante para mim porque eu sei que venho me dedicando ao máximo nos treinos. Durante a semana, quando eu voltei da seleção, eu disse que a oportunidade que eu tivesse eu tinha que aproveitar, e foi o que eu fiz”, disse.

Goleiro falha e Flamengo abre vantagem

O Flamengo contou com uma falha de Edson Kölln para marcar seu segundo gol e abrir boa vantagem na partida. Após cobrança de escanteio da esquerda de Alan Patrick, o goleiro do Santa Cruz saiu mal e Diego ficou livre para cabecear; a bola bateu na trave e voltou nos pés de Willian Arão, que da pequena área e sem ninguém a sua frente concluiu para o gol.

Chiquinho de bem com a torcida

Sem Jorge, suspenso, Chiquinho foi o titular do Flamengo na lateral esquerda. E agradou os torcedores. Além da convincente atuação, foram dele duas das melhores finalizações do Fla, uma sem deixar a bola cair no primeiro tempo que deu trabalho ao goleiro do Santa Cruz. Não à toa, teve o seu nome gritado pelos torcedores presentes no Pacaembu: “Ão, ão, ão, Chiquinho é seleção”.

Perseguição ao ídolo (?) Léo Moura

Gilvan de Souza/Flamengo

 A torcida do Flamengo não perdoou Léo Moura, que entrou em campo contra o ex-clube pela primeira vez desde que o deixou, em 2015. O lateral, que nesta semana acionou o Fla na Justiça, foi vaiado toda vez que pegou na bola. Ele reclama diferenças nos depósitos de direito de arena, além de horas extras e adicional noturno pelas concentrações do time.

Grafite se irrita com próprio time

O Santa Cruz por pouco não entregou pelo menos um gol ao Flamengo na etapa inicial. Apostando no toque de bola na defesa para sair jogando, o time pernambucano proporcionou ao Fla duas boas chances, não aproveitadas pelo time carioca. E seguiu insistindo na jogada, o que irritou o experiente Grafite na saída para o intervalo. “A gente dá mole demais. Não pode. Não dá pra sair jogando, quebra a bola para frente”, disparou o atacante coral.

FLAMENGO 3 X 0 SANTA CRUZ

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 09/10/2016 (domingo)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Alessandro Rocha de Matos (BA)
Público: 23.427 presentes
Cartões amarelos: Alan Patrick (Flamengo), Allan (Santa Cruz)
Cartão vermelho: Allan (Santa Cruz)
Gols: Felipe Vizeu, aos 6min do primeiro tempo; Willian Arão, aos 11min, e Marcelo Cirino, aos 40min do segundo tempo

FLAMENGO
Paulo Victor, Pará, Réver, Rafael Vaz e Chiquinho (Marcelo Cirino); Márcio Araújo, Willian Arão, Diego e Alan Patrick (Fernandinho); Everton e Felipe Vizeu (Emerson Sheik)
Técnico: Zé Ricardo

SANTA CRUZ
Edson Kolln, Léo Moura, Wellington, Luan Peres e Allan Vieira; Uillian Correia (Mazinho), Jadson e João Paulo; Arthur (Marion), Keno e Grafite (Bruno Moraes)
Técnico: Doriva

Sobre Cristiano Ricelli

Cristiano Ricelli

Veja Também

62948925_es-rio-dejaneiro-rj-26-11-2016-futebolcampeonato-brasileiro-2016serie-bultima-roda

Vasco garante acesso à Série A com dois gols de Thalles no Maracanã

Com 45 minutos de aflição e um segundo tempo de euforia, o Vasco garantiu a ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *