Home / Educação / Finalistas do programa Parlamento Jovem Brasileiro 2016 visitam Assembleia e Secretaria da Educação 

Finalistas do programa Parlamento Jovem Brasileiro 2016 visitam Assembleia e Secretaria da Educação 

finalista do parlamento jovem visita AL e SEE foto sergio cavalcanti (1) [188873] finalista do parlamento jovem visita AL e SEE foto sergio cavalcanti (2) [188874] finalista do parlamento jovem visita AL e SEE foto sergio cavalcanti (4) [188875]

Os oito estudantes paraibanos finalistas do Programa Parlamento Jovem Brasileiro (PJB) 2016, entre os quais estão sete alunos da rede estadual de ensino, visitaram, na manhã desta quarta-feira (10), a Assembleia Legislativa da Paraíba, e à tarde foram recebidos pelo secretário de Estado da Educação, Aléssio Trindade, em seu gabinete, na sede da Secretaria de Estado da Educação (SEE).

Os estudantes selecionados participaram de um debate com o secretário da Educação, que ouviu atentamente cada aluno e seu projeto de lei e opinou sobre a importância de cada proposição. “Para idealizar os projetos vocês tiveram que estudar muito sobre o tema, então vejam que ser deputado não é participar das sessões, mas estudar muito e encontrar oportunidades de mudanças nas leis já existentes para torná-las cada vez mais justas e atuais. Vocês estão de parabéns!”, afirmou o secretário Aléssio Trindade.

Entre os estudantes selecionados, quatro são da Escola Estadual Professor Lordão, em Picuí, que no ano passado teve uma aluna selecionada para uma das vagas reservadas à Paraíba. Neste ano, a escola concorre com: Bruna Santos da Costa, com um projeto de lei sobre a obrigatoriedade de maiores de 18 anos a preencherem uma declaração sobre a adoção de seus órgãos/tecidos; Gerlan Lino dos Santos, com um projeto de lei sobre a implantação de uma identificação através do selo nos produtos a serem consumidos que contenham substâncias ativas de agrotóxicos; Josseane Fátima de Lima, com um projeto de lei sobre a obrigatoriedade da realização da semana dos direitos humanos nas escolas brasileiras de ensino básico e Luis Gustavo Gomes da Silva, que inscreveu um projeto de lei sobre a implantação obrigatória de coletores nas UPAs, PSFs, hospitais e farmácias, para o reconhecimento de medicamentos com validade ultrapassada ou em desuso e materiais hospitalares.

Concorre ainda a uma das duas vagas da Paraíba Hiury Évines de Souza Lucena, da Escola Estadual Pe. Jerônimo Lauwen, em Santa Luzia. O projeto de lei inscrito por ele trata da obrigatoriedade do Ministério da Educação (MEC), por meio das Secretarias de Educação dos Estados, a determinar e regulamentar a inclusão nos currículos das escolas públicas e privadas do país, o ensino da temática “Participação popular na política: a semente de um País politizado”.

Da cidade de Itabaiana, o estudante Kennedy Anderson Santos do Nascimento, da Escola Estadual Cidadã Integral Dr. Antônio Batista Santiago, inscreveu um projeto de lei que trata da implantação da Educação no Trânsito como disciplina obrigatória nas instituições de ensino públicas e de iniciativas privadas, desde a Educação Fundamental ao Ensino Médio.

Já em Alagoinha, o estudante Suélyo Cirilo Cavalcante, da Escola Estadual Agenor Clemente dos Santos, é finalista com o projeto de lei que determina a aceitação, a defesa e a habilitação para professores da Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio em atividade, no sentido de possibilitar à pessoa com microcefalia o acesso à educação de qualidade e a devida atenção na comunidade escolar, favorecendo o processo de inclusão social.

PJB – O programa Parlamento Jovem Brasileiro contempla alunos do Ensino Médio do país a vivenciarem o processo democrático, mediante a participação em uma jornada parlamentar na Câmara Federal. Lá, os estudantes tomam posse e atuam como “deputados”. O resultado final da seleção, com os dois estudantes escolhidos para representar a Paraíba, será divulgado no dia 19 de agosto.

Serão selecionados 78 alunos de todo o Brasil. O número de vagas segue a mesma proporção da quantidade de deputados federais na Câmara e depende da proporcionalidade de cada unidade da federação. A Paraíba tem 12 deputados federais e, proporcionalmente, vai selecionar dois alunos para o Parlamento Jovem. A primeira edição do programa ocorreu em 2004. De lá para cá, houve a participação de 924 jovens parlamentares estudantes do Ensino Médio.

O Parlamento Jovem  mantém um canal de comunicação entre os estudantes de todo o Brasil e a Câmara dos Deputados: a fanpage do Parlamento Jovem Brasileiro no endereço (www.facebook.com/parlamento.jovembrasileiro). Na Paraíba, mais informações podem ser obtidas pelo número (83) 3218-4327 (Falar com Ewerton Alexander, coordenador do Parlamento Jovem Brasileiro na Paraíba).

 

 

Sobre Cristiano Ricelli

Cristiano Ricelli

Veja Também

701377_orig

Veja perguntas e respostas sobre recuperação judicial

A petroleira OGX, do empresário Eike Batista, informou nesta terça-feira (29) que após meses de ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *