Home / Política / Efraim critica PT por proibir coligações com siglas pró-impeachment

Efraim critica PT por proibir coligações com siglas pró-impeachment

20160727232454

Após a Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) proibir os diretórios municipais de estabelecerem aliança com partidos que apoiaram o ‘golpe’, o deputado federal Efraim Filho, do Democratas, afirmou que não há como evitar as alianças locais e cobrou respeito a realidade dos municípios.

Efraim se posicionou de maneira contrária ao que determinou o PT em relação as coligações municipais. “Não dá pra você punir um pré-candidato a vereador retirando dele a possibilidade de fazer uma coligação por conta da política nacional”, declarou Efraim. O parlamentar criticou o veto determinado pelo PT às coligações locais e destacou que na Câmara Federal, a bancada petista votou a favor de Rodrigo Maia, do DEM, na eleição para presidente da Casa. O DEM foi um dos partidos que votou favorável a abertura do processo de impeachment da presidente Dilma. “Lá em cima, os dirigentes fazem o que querem de acordo com suas conveniências e querem punir os pequenos”, opinou o deputado.

O deputado federal chamou de ‘arcaica’ a forma encontrada pelo Partido dos Trabalhadores de demonstrar insatisfação com o fato de algumas legendas terem apoiado o processo de impeachment. “Esse tipo de rancor, uma política que é feita com um olhar arcaico, obsoleto, de cinquenta ou cem anos atrás, querer que ela se mantenha hoje é praticamente inadmissível. Eu sou a favor do diálogo, da unidade e de se buscar a solução. Essa questão do impeachment é uma página virada no país”, pontuou o deputado.

PB Agora

Sobre Cristiano Ricelli

Cristiano Ricelli

Veja Também

salvan-300x191

Juiz cassa prefeito reeleito e determina novas eleições na PB

O juiz da 63ª Zona Eleitoral em Sousa, Anderley Ferreira Marques, julgou parcialmente procedente, nesta ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *