Home / Esportes / Duelo de reservas: Botafogo vence o Grêmio e põe fim a jejum

Duelo de reservas: Botafogo vence o Grêmio e põe fim a jejum

Reservas de um lado, reservas do outro. Num duelo em que Botafogo e Grêmio se pouparam visando à Copa do Brasil, no meio da semana, melhor para o Glorioso. Vitória por 1 a 0, na noite deste domingo, no Nilton Santos, e fim do jejum de cinco jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro.

Arnaldo voltou de lesão, Everton não é rotineiramente titular do Grêmio (Vitor Silva/SSPress/Botafogo)
Arnaldo voltou de lesão, Everton não é rotineiramente titular do Grêmio (Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Foto: LANCE!

O ambiente era bem diferente do visto no último jogo, pela Copa Libertadores, mas a disposição alvinegra era a mesma. Tanto que logo aos seis minutos, Brenner achou Leandrinho na área e o meia deu um toquinho por cima de Paulo Victor.

E a blitz continuou: aos nove minutos, o cruzamento de Gilson desviou e fez o goleiro do Tricolor trabalhar. Dois minutos depois, o cruzamento de Valencia passou a centímetros de Emerson Silva.

O Grêmio assustou pela primeira vez aos 21. Lincoln cobrou escanteio, Bressan desviou e Batista chutou. A zaga alvinegra conseguiu salvar em cima da linha.
O Glorioso, como gosta, esperava. Mas a segunda metade da primeira etapa foi toda azul: aos 28, Everton deixou Arnaldo no chão e chutou forte. Leandrinho conseguiu desviar e a bola até foi na rede, só que pelo lado de fora.

Até que, aos 43, o Tricolor teve falta na entrada da área. Após a cobrança, o árbitro viu toque de mão: pênalti. Marcelo Oliveira efetuou a 12ª cobrança contra Gatito Fernández este ano, e foi o sétimo a pagar no goleiro. Fim de primeiro tempo e o paraguaio saiu ovacionado.

A segunda etapa começou com a mesma pressão gremista que terminou a primeira: tanto que nem um minuto havia quando Batista cabeceou para fora o escanteio cobrado por Lincoln.

O Glorioso, porém, não abdicava de atacar. Aos quatro minutos, Arnaldo e Brenner já haviam feito jogada que assustou a torcida visitante.

A bola era, sim, do Grêmio, e o Botafogo tentava aproveitar dos já famosos contragolpes. Aos 13, Valencia tabelou com Bruno Silva e obrigou o goleiro Paulo Victor a fazer grande defesa.

Com o passar do tempo e das substituições, o time alvinegro foi ganhando terreno. Aos 34, Valencia teve todo o tempo do mundo para chutar. Não o fez, e acabou travado. Aos 37, foi Guilherme quem teve boa chance, mas chutou para fora.

Os dois times tiveram uma chance cada até o fim, sem mais gols.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 0 GRÊMIO 

Estádio: Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 13/8/2017 – 19h (de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway (MT/FIFA)
Auxiliares: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Fábio Rodrigo Rubinho
Renda/público: R$149.330,00/ 5.358 pagantes
Cartões amarelos: Emerson Silva, Gilson e Matheus Fernandes (BOT); Bruno Rodrigo (GRE)

GOLS: Leandrinho, aos 6’/1ºT

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Arnaldo (Emerson, 28’/2ºT), Marcelo, Emerson Silva e Gilson; Matheus Fernandes, Bruno Silva, Leandrinho (Victor Luís, 17’/2ºT) e Valencia; Guilherme e Brenner (Fernandes, 20’/2ºT)– Técnico: Jair Ventura.

GRÊMIO: Paulo Victor, Leonardo, Bressan, Bruno Rodrigo e Marcelo Oliveira; Jailson (Patrick, 28’/2ºT) e Kaio; Fernandinho, Lincoln (Jean Pyerre, 37’/2ºT) e Everton; Batista (Dionathã, 20’/2ºT) – Técnico: Renato Gaúcho.

terra

Sobre Cristiano Ricelli

Cristiano Ricelli

Veja Também

McGregor está fora do UFC 219 após confusão no Bellator, relata dirigente

Asituação de Conor McGregor no UFC ficou complicada depois do que o lutador fez no último ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *