Home / Notícias / Dona da Friboi pagará R$ 3 mi por dar comida estragada a trabalhadores

Dona da Friboi pagará R$ 3 mi por dar comida estragada a trabalhadores

fotolia_65883320_subscription_monthly_m-880x380

A JBS, conglomerado que une diversas empresas do ramo alimentar, inclusive a Friboi, pagará indenização de R$ 3 milhões por danos morais coletivos após firmar acordo com o Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso (MPT-MT).

A decisão, homologada no dia 24 de outubro pela Justiça do Trabalho, foi divulgada na última sexta-feira (11) pelo site Justificando. No total, a empresa respondeu por três ações civis públicas e uma ação cautelar.

A empresa foi considera culpada por descumprir normas de de saúde e segurança no trabalho, com a exposição de cerca de 220 empregados de uma fábrica de Juruena (MT) a riscos químicos, físicos e biológicos.

Entre as irregularidades, o local não tinha extintores de incêndio apropriados e a fiscalização encontrou vazamentos de amônia nas dependências do edifício. Os trabalhadores eram alvo de assédio moral por chefes e chegavam a receber comida estragada do refeitório do empresa.

Além disso, funcionários que tivessem apenas um dia de falta ao trabalho, mesmo justificada por atestado médico, perdiam direito de ganhar cesta básica e de receber aumento salarial por seis meses.

A fábrica de Juruena está fechada e se retomará atividades após inspeção do Ministério do Trabalho e Previdência Social (MTPS), em que for comprovada a adequação às leis trabalhistas. Em caso de violação dessa determinação, a JBS terá de pagar uma multa de R$ 200 mil.

Sobre Cristiano Ricelli

Cristiano Ricelli

Veja Também

Projeto cria Exame de Ordem para Médicos, assim como OAB para Advogados

Assim como os bacharéis em direito podem advogar somente depois de serem aprovados pela prova ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *