Home / Geral / Dirigente do Movimento Livres coloca presidência de Tião Gomes em xeque: “Temos divergências”

Dirigente do Movimento Livres coloca presidência de Tião Gomes em xeque: “Temos divergências”

A depender do diretor de comunicação do Movimento Livres – Renovação do PSL –, Mano Ferreira, o deputado estadual Tião Gomes, presidente estadual do PSL, deve perder espaço dentro do partido por não se adequar a “modernidade” da nova legenda.

“Tião tem um papel importante. Temos muito respeito por todos os quadros que compõe o PSL historicamente. PSL é um partido que tem 18 anos, mas o Livres é mais moderno, enxerga diferente a política, nesse sentido temos algumas divergências”, comentou.

Ao mesmo tempo em que Tião é colocado em xeque, Mano destacou a atuação do vereador Lucas de Brito, cotado para assumir presidência do partido e o principal nome a concorrer a uma cadeira na Câmara Federal em 2018.

“Temos feito um trabalho para eleger deputados estaduais, mas queremos contribuir com um nome para bancada federal. Lucas de Brito feito um trabalho fantástico na Câmara Municipal. Ele pode contribuir muito em Brasília”, avaliou.

O Livres, contudo, deve adotar uma nova metodologia – a de um aplicativo celular – para apontar seus indicados para o pleito do próximo ano.

“A ideia é que os próprios filiados possam avaliar cada ação política através de um aplicativo, como acontece com o Uber. Isso vai acumulando pontos para gerar um capital político. A intenção é que a definição de lideranças e candidaturas do partido ocorra com base nesse capital”, explicou.

Sobre Cristiano Ricelli

Cristiano Ricelli

Veja Também

VITÓRIA DOS ENFERMEIROS: Tribunal Regional Federal derruba liminar e agora eles podem fazer requisição de exames

A restrição imposta pela decisão liminar afetou o atendimento a milhares brasileiros, atrasando ou inviabilizando ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *