Home / Destaque / Com 2 de Gabriel Jesus, Brasil faz 3 a 0 e tira Chile da Copa do Mundo

Com 2 de Gabriel Jesus, Brasil faz 3 a 0 e tira Chile da Copa do Mundo

Brazil’s Gabriel Jesus celebrates after scoring past Chile’s goalkeeper Claudio Bravo during their 2018 World Cup football qualifier match in Sao Paulo, Brazil, on October 10, 2017. / AFP PHOTO / Miguel SCHINCARIOL

A seleção brasileira termina sua participação nas Eliminatórias Sul-Americanas como os brasileiros gostariam que terminasse a Copa do Mundo da Rússia, em primeiro lugar, sobrando em campo, com Neymar fazendo fila na marcação adversária e liderando uma equipe forte, talentosa e solidária. O Brasil parte para a Rússia cheio de gás e favorito, após a vitória sobre o Chile por 3 a 0, na noite desta terça-feira, no Allianz Parque, em São Paulo.

Se Tite conseguiu nessas 15 partidas à frente do time mudar tudo e fazer da terra arrasada um terreno fértil e favorável para mais uma conquista mundial, a sexta, diga-se, também teve de se render ao talento, ginga e modo de ser de pelo menos meia dúzia de garotos abusados e de muita personalidade.

Aprenderam juntos e juntos mudaram a seleção. É dessa forma que vão desembarcar na Rússia em junho do ano que vem. A vitória por 3 a 0 sobre o Chile, nesta noite, no Allianz Parque, com público recorde do estádio do Palmeiras, 41.008, e renda de R$ 15 milhões, recorde na história do futebol brasileiro. O resultado coroou campanha de tirar o chapéu. A torcida fez festa, tirou fotos e aplaudiu. Também pegou no pé de alguns chilenos, como Valdivia. Mas não houve nenhuma manifestação homofóbica, como vinha acontecendo em jogos no Brasil.

Uma das maiores manifestações ocorreu quando o locutor do estádio anunciou gol do Equador diante da Argentina. Ele não se deu conta de que Messi estava em campo lá em Quito.

Brasil e Chile fizeram um primeiro tempo correto, sem grandes jogadas, de marcação forte no meio-campo e com Neymar atuando mais fixo pela esquerda. Tudo mudou na etapa final, quando os gols brasileiros saíram. Neymar assumiu sua função de maestro pelo meio antes de voltar para a beirada do gramado. Foi suficiente para tirar o zero do placar e conduzir a seleção à sua 12ª vitória nas Eliminatórias Sul-Americanas.

Os gols foram marcados por Paulinho e Gabriel Jesus (dois), aos 9, 11 e 47 minutos respectivamente. O primeiro deles de rebote do goleiro Bravo. O segundo em combinação perfeita de Neymar e Jesus. E o terceiro sem goleiro, que estava na área do Brasil tentando o gol.

Fora da Copa, o Chile desandou a dar pontapés e a provocar. Mas até isso Tite conseguiu mudar no elenco. Apesar de um empurrão de Gabriel Jesus, ninguém caiu na armadilha. E a seleção foi aplaudida em seu último jogo no País antes da Copa.

FICHA TÉCNICA:

BRASIL 3 x 0 CHILE

BRASIL – Ederson; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Alex Sandro; Casemiro; Philippe Coutinho (Firmino), Paulinho, Renato Augusto (Fernandinho) e Neymar (Willian); Gabriel Jesus. Técnico: Tite

CHILE – Bravo; Isla, Medel, Jara e Beausejour; Hernández, Aránguiz (Pulgar), Fuenzalida (Puch) e Valdivia; Vargas e Sánchez. Técnico: Juan Antonio Pizzi.

GOLS – Paulinho, aos 9, e Gabriel Jesus, aos 11 e aos 47 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Philippe Coutinho, Neymar, Sánchez e Isla.

ÁRBITRO – Roddy Zambrano (Equador).

RENDA – R$ 15.118.391,02.

PÚBLICO – 41.008 pagantes.

LOCAL – Allianz Parque, em São Paulo (SP).

Sobre Cristiano Ricelli

Cristiano Ricelli

Veja Também

Os números não mentem: o Brasil entrou em novo ciclo

É fato que os indicadores atestam: a economia melhorou – e muito – em um ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *