Home / Destaque / Bananeiras comemora seus 137 anos como referência no turismo paraibano.

Bananeiras comemora seus 137 anos como referência no turismo paraibano.

13346306_1743769305869343_6212167947810969191_o

Conhecida pela sua paisagem serrana e seu clima agradável durante boa parte do ano, Bananeiras, celebra neste domingo (16) seus 137 anos de emancipação política. Situada na Serra da Borborema, Região do Brejo paraibano, a 141 km da capital paraibana, a 552 m acima do nível do mar, Bananeiras possui uma população estimada em 22.012 habitantes, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2010, distribuidos em sua área territorial de 257,9 km².

Em 1852, Bananeiras foi o maior produtor de café da Paraíba e o segundo do Nordeste, onde rivalizava em qualidade e aceitação com o café produzido em São Paulo. Com a rentabilidade do café a cidade construiu seus palacetes, com ladrilhos importados, isso até 1923, quando surgiu a praga Cerococus paraibensis, que contaminou as plantações e acabou com a prática dessa cultura local. A cana-de-açúcar, o fumo, o arroz e, posteriormente, o sisal, passaram a figurar como produtos estratégicos da sua economia.

Seu patrimônio arquitetônico continua muito rico, com mais de 80 casas catalogadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (Iphaep) e em bom estado de conservação, visto que em 2005 foi assinada uma carta de intenções entre a Prefeitura Municipal e o Iphaep, no intuito de desenvolver a recuperação, preservação e tombamento da cidade com Patrimônio Histórico Estadual.

Nos dias atuais, a economia do município de Bananeiras é firmada na agricultura e na pequena pecuária. A cidade também vem revelando sua grande vocação para o turismo e atualmente integra a “Rota Cultural Caminhos do Frio”, onde tem atraído turistas de várias localidades do Estado e do País e até do Exterior.

Outro setor bastante fortalecido é seu artesanato, cuja produção de bolsas, escarcelas, pastas, caixas, cadernetas para anotações e bandejas de crochê, fuxico e bordados, já é vendida no Sudeste do Brasil e em outros países. Artesãos locais também são peritos na manipulação da madeira e bambu, onde são confeccionados instrumentos musicais como rabecas, guitarras e violões.

A produção de doces caseiros (de frutas variadas) em Bananeiras também é famosa na região, e ainda tem garantido a participação anual da cidade no “Festival dos Sons e Sabores do Brejo”, importante evento gastronômico e cultural no Estado.

Ascom PMB

Sobre Cristiano Ricelli

Cristiano Ricelli

Veja Também

download-1

Lula presta depoimento como testemunha de defesa de Cunha

O ex-presidente Lula, arrolado como testemunha de defesa do ex-deputado Eduardo Cunha, será ouvido pelo ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *