Home / Destaque / Ate os grandes líderes se rendem a proteção divina Barack Obama: “Oramos pela proteção de Deus”

Ate os grandes líderes se rendem a proteção divina Barack Obama: “Oramos pela proteção de Deus”

Wishing on a star: Senator Barack Obama speaks at a town hall meeting in Wilkes-Barre, Pennsylvania.

O presidente dos EUA, Barack Obama, esteve nesta quinta (4) no 64º Café da Manhã Nacional de Oração, na capital Washington. Como o nome indica, é uma oportunidade para figuras públicas evangélicas e católicas fazerem orações pelo país. Seguindo a tradição, o evento estava repleto de líderes religiosos e políticos.

Chamou atenção o encontro dos deputados federais Robert Aderholt e Juan Vargas, que estão em lados opostos na política durante um ano eleitoral. “Ele é um democrata progressista. Eu sou um republicano conservador”, Aderholt. “Somos muito diferentes, mas eu o amo. Eu sei que ele me ama, porque ambos pertencemos a Jesus”.

O tenor italiano Andrea Bocelli cantou várias músicas, incluindo “Panis Angelicus” e o hino “Amazing Grace”.  O discurso de abertura foi feito pelos produtores de cinema e TV Mark Burnett e Roma Downey. Evangélicos, eles são os responsáveis pela série “A Bíblia” e o filme “O Filho de Deus”.

Como sempre, o presidente fez um discurso. Este ano, falando sobre fé. Leu o texto de 2ª Timóteo 1: 7 e falou sobre a perseguição aos cristãos. “Oramos pela proteção de Deus em todo o mundo e por aqueles que são livres para praticarem sua fé, incluindo os cristãos que são perseguidos ou foram expulsos de suas terras por causa dessa violência indizível”, afirmou.

O presidente também ressaltou: “a minha fé me diz que eu não preciso temer a morte. Que aceitar a Cristo garante vida eterna e a lavagem dos pecados”. Explicou que fé e Jesus “são bons remédios para o medo”.

Insistiu ainda que os dias atuais são “tumultuosos” e precisamos “ter Jesus ao nosso lado, firmando nossas mentes, limpando nossos corações e nos apontando para o que realmente importa”. Este foi o último evento do tipo para Obama, pois ele deixa de ser presidente no final deste ano.

Na mesquita

Curiosamente, cerca de 24 horas antes do café da manhã com cristãos, Obama estava em uma mesquita na cidade de Baltimore.

Na ocasião, ao falar sobre terrorismo e perseguição religiosa dos extremistas, afirmou que “Um ataque contra uma fé é um ataque contra todas as fés”. Disse ainda: “Somos todos filhos de Deus. Todos nós nascemos iguais… E tantas vezes nos concentramos em nossas diferenças externas e esquecer o quanto nós temos em comum. Cristãos, judeus, muçulmanos… Todos  descendentes de Abraão “, argumentou.

Neto de muçulmanos por parte de pai, Obama se diz cristão. Contudo, ele usou durante muitos anos um anel que trazia a declaração de fé islâmica. Uma pesquisa da CNN/ORC revelou que 29% dos americanos acreditam que o presidente, cujo nome do meio é Hussein, seja muçulmano.

Outra enquete do tipo mostra que para 13% dos norte-americanos ele é “o Anticristo”. Outros 13% acreditam que ele “pode ser” o Anticristo. Somados, 26% da população acredita que o presidente esteja ligado a esse personagem bíblico. 

Com informações de Christian Post

Sobre Cristiano Ricelli

Cristiano Ricelli

Veja Também

Todos querem se aposentar

Que delírio é esse que toma conta do País? Imaginam os senhores parlamentares e mesmo ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *