Home / Destaque / Agevisa orienta população a evitar suco industrializado até resultado de laudo

Agevisa orienta população a evitar suco industrializado até resultado de laudo


A Agevisa mandou os supermercados suspenderem a venda do produto até que o resultado do laudo saia. (Foto: Divulgação )

A Gerência de Vigilância Sanitária (Gevisa), que fica em Campina Grande, faz uma alerta para a população evitar comprar suco industrializado na Paraíba. De acordo com o órgão, o nome da marca do suco de cajá, que pode ter causado uma crise convulsiva em uma criança de sete anos, não será divulgado até que o resultado do laudo técnico saia.

Segundo com a assessoria de comunicação da Agevisa, ainda não está comprovado que realmente foi o suco que fez a criança passar mal, por isso seria uma “irresponsabilidade” informar o nome do produto antes de confirmar o fato.

A Agevisa mandou os supermercados suspenderem a venda do produto até que o resultado do laudo saia. A gerente da Gevisa, Betânia Araújo, informou que a ação de apreender os produtos é cautelar.

Segundo informações do diretor do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, Geraldo Medeiros, a criança deu entrada na unidade de saúde em estado crítico na última quarta-feira (19). Ela teria ingerido o suco e depois começou a passar mal dentro da escola onde estuda, em Lagoa Seca.

O médico explicou que o menino teve que ser levado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e respirou por ajuda de aparelhos. Na noite do domingo (23), a criança foi transferida para a observação pediátrica e saiu do estado grave.

Sobre Cristiano Ricelli

Cristiano Ricelli

Veja Também

hqdefault

ASSISTA: Sobrevivente do voo da Chapecoense tem alta e grava vídeo de agradecimento

O comissário de bordo Erwin Tumiri, que sobreviveu à queda do avião que levava o ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *